A jovem flautista nasceu na capital paulista, em uma família de músicos. O pai, Thiago Abdalla, é violonista, e a mãe, Gabriela Abdalla, é pianista e compositora. Ambos são educadores musicais especialistas na abordagem Orff-Schulwerk, criada pelo compositor e educador Carl Orff (1895 – 1982).

O ambiente musical despertou na futura musicista o interesse pela música, e aos cinco anos ela iniciou os estudos de flauta doce, e logo se encantou pelo instrumento. O amor pela flauta também pode ser creditado à professora Renata Pereira, que desenvolve com seus alunos um sólido trabalho ancorado na filosofia do Método Suzuki de Flauta Doce. O resultado é ouvido na segurança, musicalidade, e desenvoltura técnica na qual Julia toca peças que exigem domínio do instrumento e conhecimento musical.

Os feitos de Julia são notáveis para alguém de apenas 10 anos. Em 2017 – ao lado do pai, com quem forma um belíssimo duo -, ela conquistou o 1º lugar na categoria até 11 anos e o prêmio da escolha da audiência no ORDA (Open Recorder Days Amsterdam). Julia está participando do programa Prelúdio 2018. Para ela, será um novo desafio, para nós, uma chance de nos emocionarmos com seu talento. ◆


Foto: Gustavo de Francisco

Você bem informado!

Cadastre seu email...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*